Jovens astros de "Harry Potter" encaram a vida depois da série

quarta-feira, 6 de julho de 2011 21:58 BRT
 

Por Mike Collett-White

LONDRES (Reuters) - Os atores jovens que passaram metade de suas vidas trabalhando nos filmes "Harry Potter" disseram na quarta-feira que estão tendo dificuldade em encarar o fato de a série ter chegado ao fim.

A jornada deles começou com "Harry Potter e a Pedra Filosofal", lançado pela Warner Bros. em 2001, e se encerra dez anos mais tarde com "Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2", que terá sua première mundial em Londres na quinta-feira.

Os atores principais dos filmes, Daniel Radcliffe, Rupert Grint e Emma Watson, tinham entre 9 e 11 anos quando foram escolhidos para os papéis respectivos de Harry Potter, Ron Weasley e Hermione Granger, o que os levou a crescer em uma bolha de estrelato mundial e riqueza pessoal.

Na última coletiva de imprensa antes do lançamento do filme, foi perguntado a eles como vão lidar com o fato de não trabalharem mais na franquia.

"Acho que ainda não encarei essa realidade de frente", disse Grint, que está com 22 anos. "Desde que terminamos a filmagem, um ano atrás, eu tenho me sentido um pouco perdido, sem saber o que fazer na vida."

Emma Watson, 21, disse que acha que o fato de representar Hermione a impeliu a ser uma pessoa melhor na vida real.

"Vou sentir falta de Hermione, de ser esta garota que vive em um mundo mágico incrível e tem tantas aventuras. Isso é arrasador."

Daniel Radcliffe, que se dirigiu à coletiva em um vídeo previamente gravado porque estava atuando numa peça na Broadway, disse que os três têm uma amizade forte.   Continuação...

 
Os atores britânicos Rupert Grint (e) e Emma Watson, que interpretaram Ron Weasley e Hermione na série de filmes Harry Potter, posam para foto em frente ao St Pancras Hotel, em Londres. 06/07/2011 REUTERS/Toby Melville