Drama e emoção em casamento de macacos na Índia

sexta-feira, 8 de julho de 2011 17:28 BRT
 

TALWAS, Índia (Reuters) - Ambientada nas florestas do noroeste da Índia, a história tinha todos os ingredientes de uma perfeita história de amor ao estilo de Bollywood: emoção, comemoração, amantes desventurados e um clímax cheio de suspense.

A única diferença foi que os amantes eram macacos e estavam participando do primeiro casamento de macacos na Índia - com todo o desenrolar do drama sobre um choque clássico entre a crença de um povo antigo e as exigências da vida moderna.

A crença hindu inclui a adoração dos animais, vistos como avatares dos deuses. Os macacos exercem papel especialmente importante na mitologia hindu, na qual são venerados como a encarnação de Hanuman, o macaco poderoso que ajudou Rama (avatar do deus Vishnu) na luta deste contra o mal.

Assim, quando foram divulgados os planos para o casamento de "Raju" e "Chinki" no vilarejo de Talwas, nas profundezas das florestas do Rajastão, os vizinhos reagiram com entusiasmo.

Raju, o "noivo", ficou famoso no povoado de Banetha, a 55 quilômetros de Talwas, atraindo multidões cada vez que saía de casa. Era conhecido por comer, dormir e fumar cigarros com seu dono, Ramesh Saini, que o tratava como filho.

"Quero desfrutar as sensações do casamento de um filho, através do casamento de Raju", disse Rajesh, condutor de riquixá de 38 anos, casado mas sem filhos, que curou Raju depois de encontrá-lo inconsciente três anos atrás.

Assim, Rajesh ficou feliz quando, dois meses atrás, conheceu o cuidador de Chinki, sacerdote de um vilarejo vizinho, que lhe propôs o casamento dos dois macacos.

"Receberemos a noiva em nossa casa em Banetha depois do casamento, com todos os rituais devidos", disse Ramesh, emocionado, enquanto oferecia chá a Raju em uma barraca de chá na estrada.

Centenas de convites ao casamento foram enviados para os povoados vizinhos. A cerimônia foi planejada de acordo com os costumes tradicionais hindus, que incluem voltas em torno da fogueira sagrada, enquanto um sacerdote recita os votos nupciais. Está prevista uma grande festa antes do casamento, incluindo uma procissão com o macaco Raju sobre um cavalo.

"O convite é aberto a todos os vizinhos. Prevejo mais de 2.000 pessoas na festa", disse Ramesh, em pé ao lado de Raju.