Cantor argentino Facundo Cabral é morto na Guatemala

sábado, 9 de julho de 2011 16:03 BRT
 

Por Mike McDonald

CIDADE DA GUATEMALA (Reuters) - O cantor argentino Facundo Cabral, uma das estrelas da música folk latino-americana, foi morto a tiros na Cidade da Guatemala mais cedo neste sábado quando um atirador não identificado cravejou seu carro de balas, afirmaram autoridades.

Cabral, que ascendeu à fama nos anos de 1970 como cantor de protesto, foi morto junto com seu motorista enquanto os dois se dirigiam ao aeroporto da cidade antes do amanhecer, afirmou a polícia.

Um porta-voz do presidente da Guatemala, Álvaro Colom, disse que o veículo de Cabral foi cravejado com 18 balas. O próprio Colom jurou tomar medidas rápidas contra os autores do crime.

"Encontraremos esses criminosos e os levaremos à justiça", disse Colom à rádio argentina.

As emissoras de televisão argentinas interromperam suas programações para anunciar a morte do cantor de 74 anos. Colom disse ter conversado com a presidente da Argentina, Christina Kirchner, para oferecer suas condolências pela morte, cujo motivo não foi esclarecido.

Um bombeiro afirmou que seus colegas viram um veículo preto e abrir fogo contra a Range Rover branca de Cabral e o Chevrolet Tahoe bege que o acompanhava.

A Guatemala, um dos países mais pobres na região, tem um dos maiores índices de assassinatos da América Latina.

(Reportagem adicional de Alejandro Lifschitz e Walter Bianchi em Buenos Aires)

 
Foto de arquivo do cantor argentino Faculdo Cabral em 2006. Cabral foi morto a tiros por um atirador desconhecido na Guatemala. 09/07/2011  REUTERS/Enrique Garcia Medina/Arquivo