Rupert Murdoch diz lamentar dor causada por tablóide

sexta-feira, 15 de julho de 2011 14:18 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O executivo-chefe da News Corporation, Rupert Murdoch, redigiu um pedido pessoal de desculpas, que será publicado em jornais britânicos, pela dor sofrida por pessoas que foram alvo de grampos telefônicos por parte de seu tablóide News of the World.

O pedido de desculpas será publicado em todos os jornais nacionais neste fim de semana, sob a manchete "Pedimos desculpas". O texto será divulgado pelo braço da empresa na Grã-Bretanha, a News International.

"O News of the World atuava no ramo de cobrar responsabilidade de outros. Ele fracassou quando tratou-se dele próprio", escreveu Murdoch em um artigo assinado "sinceramente, Rupert Murdoch."

"Pedimos desculpas pelos graves erros de conduta que ocorreram. Lamentamos profundamente a dor sofrida pelos indivíduos afetados."

"Nos próximos dias, enquanto tomamos outras medidas concretas para resolver estas questões e fazer reparações pelos danos que elas causaram, vocês terão mais notícias de nossa parte."

O repúdio público entre os britânicos diante de relatos de que o News of the World teria grampeado as mensagens de voz de vítimas de homicídio e outras pessoas vulneráveis levou Murdoch a fechar o News of the World e desistir de uma proposta de compra por 12 bilhões de dólares dos 61 por cento das ações da emissora britânica de TV paga BSkyB que já não pertencem a ele.

(Reportagem de Keith Weir)

 
Rupert Murdoch (centro) deixa o hotel no centro de Londres onde se encontrou com a família de Milly Dowler, uma adolescente que foi assassinada. O executivo-chefe da News Corporation redigiu um pedido pessoal de desculpas, que será publicado em jornais britânicos, pela dor sofrida por pessoas que foram alvo de grampos telefônicos por parte de seu tablóide News of the World.
15/07/2011   REUTERS/Paul Hackett