Símbolo em siríaco pode ser primeiro ponto de interrogação

quinta-feira, 21 de julho de 2011 15:38 BRT
 

Por Alice Baghdjian

LONDRES (Reuters) - O que pode ser o exemplo mais antigo de ponto de interrogação da história foi identificado em manuscritos em siríaco clássico datados do século V.

O símbolo, um ponto duplo parecido com a vírgula moderna, é conhecido como o "zagwa elaya", ou "par superior". Sua função como ponto de interrogação foi rastreada por Chip Coakley, especialista em manuscritos da Universidade Cambridge.

Ao estudar os manuscritos bíblicos no Museu Britânico em Londres, Coakley conseguiu solucionar o mistério dos dois pontos, que integravam os gramáticos há décadas, e descreveu seu achado como uma "nota de rodapé significativa na história da escrita".

"Quando você senta numa mesa-redonda lendo um texto em siríaco com os estudantes, eles fazem todo tipo de perguntas - como que diabos significa esse ou aquele ponto - e você quer ser capaz de respondê-las", afirmou Coakley.

"É muito bom ter dado sentido a alguns desses pontos esquisitos."

Embora o zagwa elaya seja discutido em tratados gramaticais posteriores, ele não estava identificado corretamente", disse Coakley à Reuters.

"Os gramáticos posteriores conversavam sobre isso, mas não sabiam de fato como ele era usado. Eles achavam que ele indicava sarcasmo ou reprovação, o que era verdade apenas em parte", disse.

"Pesquisei os primeiros manuscritos na Biblioteca Britânica para ver como o zagwa elaya era usado ali. Os gramáticos de um período posterior não tiveram acesso a esses manuscritos."   Continuação...