Adele mantém 1o lugar nas paradas britânicas após morte de Amy

segunda-feira, 25 de julho de 2011 13:38 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A cantora Adele e a banda The Wanted mantiveram suas posições no topo das paradas britânicas de álbuns e singles no domingo, um dia depois que o mundo da música começou o luto pela morte da cantora de soul Amy Winehouse.

As vendas das gravações da falecida cantora, de 27 anos, dispararam nas horas depois da notícia sobre sua morte, que aconteceu na casa da cantora no norte de Londres, no sábado.

Segundo a Official Charts Company, as vendas dos álbuns da Winehouse aumentaram em 37 vezes nas poucas horas antes do fechamento do período monitorado pelo ranking semanal. A venda de singles subiu 23 vezes.

Isso foi o suficiente para impulsionar "Back to Black", lançado em 2006 e vencedor de 5 Grammy, ao 59o lugar nas paradas de álbuns e empurrar a canção para o 81o lugar no ranking de singles.

Não houve mudança nas primeiras cinco posições no ranking de singles, e "Glad You Came", do Wanted, manteve o primeiro lugar pela segunda semana consecutiva.

O mesmo ocorreu na lista de álbuns, em que Adele manteve o primeiro e o terceiro lugares com seus lançamentos "21" e "19", enquanto Beyoncé ficou com o segundo lugar com seu álbum de estúdio "4".

 
Cantora inglesa Adele Adkins chega ao prêmio BRIT music, em Londres. A cantora Adele e a banda The Wanted mantiveram suas posições no topo das paradas britânicas de álbuns e singles no domingo, um dia depois que o mundo da música começou o luto pela morte da cantora de soul Amy Winehouse. Foto de Arquivo. 15/02/2011 REUTERS/Toby Melville