Joe Pesci acusa produtores de barrá-lo em filme sobre gângster

quinta-feira, 28 de julho de 2011 19:45 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Joe Pesci abriu um processo contra os produtores de um filme inspirado no gângster John Gotti, acusando-os de cancelar um contrato verbal depois que Pesci já havia engordado quase 15 quilos para interpretar um papel coadjuvante.

John Travolta, Al Pacino e Lindsay Lohan estão entre os atores confirmados no elenco de "Gotti: In the Shadow of My Father" ("Gotti: À Sombra do Meu Pai", em tradução livre).

Na ação, Pesci alega que tinha um acordo verbal com a produtora Fiore Films para interpretar Angelo Ruggiero, amigo de Gotti, e que receberia um cachê de 3 milhões de dólares.

Mas depois, a produtora avisou que ele teria um papel de menor destaque, com cachê de 1 milhão de dólares, segundo a ação.

O ator ítalo-americano acusou a produtora de quebra de contrato verbal, fraude, apropriação indébita de nome e imagem e enriquecimento ilícito. Ele pede indenização de pelo menos 3 milhões de dólares.

John Travolta já está confirmado para o papel de Gotti, que morreu em 2002 enquanto cumpria pena de prisão perpétua.

(Reportagem de Alex Dobuzinskis)