J.Lo diz que se amava o suficiente para deixar casamento

terça-feira, 2 de agosto de 2011 17:57 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Jennifer Lopez não deixou de ser romântica mesmo após sua recente separação de Marc Anthony, mas ela disse que a descoberta de uma forma de amar a si mesma foi o que a deu coragem para deixar o casamento de sete anos.

Em sua primeira entrevista desde que anunciou a separação em julho, a atriz e cantora contou à revista Vanity Fair que tanto ela quanto Anthony haviam lutado para manter o casamento e que ele "sempre terá um lugar especial no meu coração".

Mas, aparentemente, foi Lopez quem decidiu acabar com a relação.

"Sou uma romântica sem cura e uma pessoa apaixonada quando se trata de amor", disse ela à revista, em entrevista para a edição de setembro.

"Não é que eu não me amava antes. Algumas vezes nós não percebemos que estamos nos comprometendo. Entender que uma pessoa não é boa para você, ou que a pessoa não te trata da maneira correta, ou que ele não estará fazendo a coisa certa para ele se eu ficar, então eu não estou fazendo o certo para mim. Eu me amo o suficiente para deixar isso agora", acrescentou.

Era o terceiro casamento de Lopez, de 42 anos, durante o qual teve os gêmeos Emme e Max, em 2008. Mas a cantora de "On the Floor" e juíza do "American Idol" disse que continua sendo uma "eterna otimista sobre o amor".

"Ainda é meu maior sonho. Eu estou otimista, determinada a seguir adiante com a minha vida, criar meus filhos, e fazer meu melhor trabalho possível como mãe, cantora e pessoa. Agora estou ansiosa para novos desafios. Eu me sinto forte", disse ela.

(Reportagem de Jill Serjeant)

 
Jennifer Lopez numa cerimônia do Bafta em Los Angeles. 09/07/2011 REUTERS/Fred Prouser