Polícia britânica prende mais um no caso de escutas telefônicas

quarta-feira, 10 de agosto de 2011 16:41 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A polícia britânica informou nesta quarta-feira que prendeu um homem de 61 anos como parte das investigações sobre o escândalo de escutas telefônicas envolvendo o extinto tabloide News of the World, que integrava o império do magnata da mídia Rupert Murdoch.

Greg Miskiw, de 61 anos, um dos poucos editores principais do jornal na época das escutas que ainda não tinha sido detido, declarou no mês passado à emissora britânica Channel 4 que se preparava para voltar de sua casa na Flórida, nos Estados Unidos, para conversar com a polícia em Londres.

A Sky News informou que o preso era Miskiw, que dirigiu por muitos anos a redação do News of the World. Segundo um jornalista da Reuters que esteve terça-feira na casa de Miskiw na Flórida, ela estava vazia e a correspondência se acumulava. Não havia sinal de carros ou movimento.

O homem é a 12a pessoa detida como parte da investigação que abalou a News Corp, de Murdoch, e teve grande repercussão no sistema político britânico.

Detetives disseram que o homem foi preso ao meio-dia depois de se apresentar para um encontro marcado numa delegacia de polícia de Londres "por suspeita de interceptação ilegal de comunicações" e conspirar para cometer esse mesmo delito.

Até o momento o escândalo levou à demissão da ex-editora do News of the World Rebekah Brooks e dois integrantes da cúpula da polícia britânica.

Rupert Murdoch e seu filho, James, foram interrogados no Parlamento. James poderá ser chamado de novo a depor.

(Reportagem de Michael Holden e Georgina Prodhan em Londres e Kevin Gray em Delray Beach)