Ex-namorada brasileira processa Soros por apartamento prometido

quinta-feira, 11 de agosto de 2011 15:07 BRT
 

Por Jonathan Stempel

NOVA YORK (Reuters) - O bilionário octogenário George Soros foi processado em 10 milhões de dólares por uma ex-atriz brasileira que disse que ele não cumpriu a promessa de dar a ela um apartamento caro na região do Upper East Side, em Manhattan.

Adriana Ferreyr, de 28 anos, disse que Soros prometeu por duas vezes durante os cinco anos que eles ficaram juntos comprar apartamentos para ela, mas nunca cumpriu, aponta o processo aberto na quarta-feira na Suprema Corte Estadual de Nova York, em Manhattan.

Ferreyr afirma que ela e Soros, que completa 81 anos na sexta-feira e está entre os investidores mais admirados do mundo, estavam namorando há mais de três quando ele prometeu, em 1 de janeiro de 2010, comprar um apartamento avaliado em quase 2 milhões de dólares a apenas duas quadras da casa dele.

O casal se separou dois meses depois e logo se reconciliou, mas Soros disse a ela enquanto estavam na cama, em agosto de 2010, que ele havia dado o apartamento a uma nova namorada, segundo o processo.

Eles acabaram discutindo e Soros deu um tapa no rosto de Ferreyr, tentou sufocá-la e jogou um abajur que se quebrou no chão, alega o processo.

Ainda assim, o casal reacendeu o romance e Soros disse a ela durante uma viagem de férias em St. Barts que ele a daria um apartamento, mas novamente não cumpriu a promessa.

Ferreyr abriu processo de danos por fraude, sofrimento de estresse emocional, agressão e outras alegações.

William Zabel, advogado de Soros, considerou o processo frívolo e sem mérito e disse que ele tentará fazer com que seja dispensado.   Continuação...