Composição de Schumann abre Festival "oriental" de Edimburgo

sábado, 13 de agosto de 2011 16:11 BRT
 

Por Ian MacKenzie

EDIMBURGO (Reuters) - A obra do compositor alemão Robert Schumann sobre uma criatura em busca do paraíso inaugurou sob a aclamação de críticos o Festival Internacional de Edimburgo neste fim de semana.

O diretor do festival, Jonathan Mills, disse à Reuters que escolheu a composição de Schumann "Das Paradies und die Peri" (Paraíso e a Peri) para o concerto de abertura na noite de sexta-feira "porque é uma linda peça de orientalismo europeu".

Mills disse que o festival de artes desse ano, com duração de um mês, na capital escocesa, pretende trazer "o Oriente ao Extremo Ocidente".

A maioria das grandes produções no palco para a programação de 2011 são da Ásia, inclusive três interpretações de William Shakespeare da Coreia do Sul e da China.

O oratório de Schumann, inspirado no poema do escritor irlandês do começo do século 19 Thomas Moore, conta a história dos esforços de uma peri, uma criatura sobrenatural parecida com uma fada, que tenta chegar ao paraíso.

No conto, a peri viaja pela Índia, a África, a Síria e o Egito, e foi uma das composições mais aclamadas de Schumann, quando apareceu pela primeira vez em 1843. Hoje, ela é raramente apresentada.

O Festival Internacional será realizado até 4 de setembro, com uma ampla programação que inclui teatro, balé, artes visuais e debates entre artistas participantes e um programa musical que inclui o citarista indiano Ravi Shankar e a orquestra de gamelão da Indonésia.