Veterano comanda banda em homenagem a Bob Dylan

terça-feira, 16 de agosto de 2011 16:52 BRT
 

Por Jeremy Gaunt

CROPREDY, Grã-Bretanha (Reuters) - Quando no fim de semana três veteranos roqueiros subiram ao palco para apresentar suas versões para a obra de Bob Dylan, eles eram tão bons que alguém na plateia chegou a gritar "Judas".

Era uma piada com o famoso momento, ainda na década de 1960, em que Dylan aderiu à guitarra elétrica - ainda que os músicos em questão não tenham compromisso assumido com o som acústico.

O Dylan Project é encabeçado por Steve Gibbons, que assim como o próprio Dylan chegou aos 70 neste ano - uma feliz coincidência, já que ele garante que a música de Dylan mudou a sua vida.

Gibbons é um desses músicos conhecidos entre os aficionados, aclamado pela crítica, mas que não virou uma celebridade. Sua Steve Gibbons Band é considerada a primeira banda de rock ocidental convidada para uma turnê na Alemanha Oriental, na década de 1980, quando o Muro de Berlim ainda estava de pé. Já fez turnê com The Who e dividiu palco com inúmeros nomes do rock.

Mas, quando amigos se reuniram em julho para celebrar o aniversário de Gibbons, o homenageado acabou sendo Dylan. A banda é um projeto paralelo dele com o baixista Dave Pegg, do Fairport Convention, e com o guitarrista PJ Wright, do Little Johnny England.

Pegg faz questão de dizer que o grupo não faz meros covers de Dylan, e sim recriações. Isso ficou evidente no show do grupo no festival Cropredy Convention, realizado numa zona rural de Oxfordshire.

Ali foram apresentadas várias canções menos conhecidas do bardo, mas também sucessos como "Highway 61 Revisited" e "Like a Rolling Stone".

Gibbons, é bom que se diga, pode soar assustadoramente parecido com Dylan nos seus bons tempos, o que às vezes ameaça descambar para a paródia. Mas a música supera qualquer similaridade.   Continuação...

 
Foto de arquivo mostra Bob Dylan durante show no Vietnã. 10/04/2011  REUTERS