Festival europeu de reggae tem família de Marley como atração

quinta-feira, 18 de agosto de 2011 13:29 BRT
 

Por Jonathan Gleave

MADRI (Reuters) - O maior festival de reggae da Europa, o Rototom Sunsplash, começou nesta quinta-feira no resort espanhol de Benicassim, onde mais de 200 mil fãs devem se reunir em 10 dias de música com inspiração jamaicana, cuja atração principal é a apresentação de membros da família de Bob Marley.

O 18o Sunsplash presta homenagem este ano ao lendário músico de reggae, no 30o aniversário de sua morte, com shows de sua mulher Rita, que era cantora do grupo Bob Marley & The Wailers, e os filhos mais famosos do cantor, incluindo Ziggy e Stephen.

Stephen Marley vai abrir o festival no palco principal, onde os pioneiros do Ska Toots and the Maytals e o dançarino jamaicano Mr Vegas também devem se apresentar na primeira noite.

Mais de 300 bandas e DJs tocando gêneros de reggae, das raízes até o rocksteady, vão se apresentar em seis palcos durante um festival que mistura música reggae com fóruns sociais, além de arte e cultura da África e do Caribe.

A iraniana Shirin Ebadi, Nobel da Paz, vai participar do fórum social de Rototom, que também terá o ativista ambiental Vandana Shiva e o intelectual Bernard Cassen.

"Temos participantes de mais de 100 países, o que nos torna um festival realmente mundial, com uma filosofia global de tolerância por trás dele", disse o diretor do festival, Filippo Giunta, à Reuters.

"Este ano podemos fazê-lo sabendo que a comunidade local o aprova e sabendo que o público vai comparecer. Tivemos 160 mil pessoas no ano passado, e estamos esperando mais de 200 mil este ano", disse Giunta.

Os organizadores do Rototom Sunplash, que era realizado no norte da Itália até o ano passado, decidiram mudá-lo para a Espanha depois do que Giunta disse ter sido um confronto entre os ideais do festival e as ideias de alguns políticos italianos.

"Eles nos acusaram de promover o uso da maconha só por causa da relação do reggae com a religião rastafári, que a considera uma planta sagrada", disse Giunta.