David Letterman faz piada sobre ameaças de morte

terça-feira, 23 de agosto de 2011 11:41 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O comediante David Letterman, apresentador de um talk-show na TV norte-americana, fez pouco caso da ameaça de morte contra ele feita por um grupo militante islâmico, ao dizer no programa que sua plateia poderia servir de "escudo".

Na semana passada uma organização de monitoramento do setor de inteligência dos EUA disse que uma ameaça de morte contra Letterman foi postada em um site usado por militantes.

Os autores da ameaça aparentemente estavam irritados com uma piada de Letterman sobre a morte de um dirigente da al Qaeda em um ataque aéreo no Paquistão. Eles fizeram um chamado aos muçulmanos dos Estados Unidos para que "cortem a língua" do comediante e "fechem sua boca para sempre".

Ao gravar na segunda-feira um episódio de seu programa, o "Late Show with David Letterman", exibido na TV CBS, o comediante falou sobre a ameaça durante o monólogo de abertura.

"Hoje à noite, vocês, gente, são para mim, honestamente, mais do que uma plateia... vocês estão mais para um escudo humano", brincou Letterman diante de pessoas da plateia no Ed Sullivan Theater, em Nova York, onde o programa é gravado.

"Lamento, estou um pouco atrasado. Nos bastidores eu estava falando com o cara da CBS. Nós estávamos tratando da política de seguros da CBS para ver se eu tenho cobertura para Jihad", disse Letterman.

Depois, ele continuou fazendo piadas. Disse que a ameaça tinha partido do programa de Jay Leno, seu concorrente no horário.

Um porta-voz do FBI disse na semana passada que a agência estava examinando a ameaça de militantes contra Letterman.

(Reportagem de Alex Dobuzinskis)

 
David Letterm durante gravação de seu programa "Late Show with David Letterman" em Nova York, em 2009. O comediante fez pouco caso da ameaça de morte contra ele feita por um grupo militante islâmico, ao dizer no talk-show que sua plateia poderia servir de "escudo". 21/09/2009  REUTERS/Kevin Lamarque