Anne Hathaway recebe críticas por seu sotaque em "One Day"

quinta-feira, 25 de agosto de 2011 12:00 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Críticos britânicos de cinema zombaram da atriz norte-americana Anne Hathaway por seu sotaque do norte da Inglaterra no filme "One Day", dizendo ser "totalmente disperso" e "nômade".

A estrela de "O Diabo Veste Prada" e "O Casamento de Rachel" disse que trabalhou com um orientador de dialetos para acertar a voz de Emma, de Yorkshire, no filme baseado no romance de David Nicholls.

Ela também disse à BBC que assistiu à novela britânica "Emmerdale", que se passa em Yorkshire, para treinar para o papel.

O preparo não surtiu efeito na visão de muitos espectadores, e os críticos fizeram fila para criticar sua pronúncia do dialeto, famoso por ser complicado.

"Cada frase da atriz indicada ao Oscar está mascarada por um dos sotaques buzinantes mais porcaria de Yorkshire que você já ouviu", disse Robbie Collin no jornal Telegraph.

A crítica fez comparações entre Hathaway interpretando Emma e Dick Van Dyke interpretando Bert, personagem em "Mary Poppins" que fala o dialeto de Londres oriental, atuação que foi considerada uma das piores ofensas ao sotaque britânico no cinema.

Jan Moir do Daily Mail questionou se Hathaway era a pessoa certa para fazer One Day, argumentando que a estrela era glamurosa demais para o papel.

Sobre o sotaque, ela acrescentou: "Assim como nada pode camuflar a beleza incandescente de Hathaway em One Day, nada pode esconder o quão terrível é seu falso sotaque de Yorkshire."

"Realmente, é algo notável. Pois é um sotaque nômade -- nasceu sob uma estrela viajante. Está totalmente disperso."   Continuação...