30 de Agosto de 2011 / às 17:28 / em 6 anos

Músico David 'Honeyboy' Edwards morre aos 96 anos

David "Honeyboy" Edwards posa com seu Grammy de melhor álbum de blues tradicional, por "Last of the Great Mississippi Delta Bluesman: Live In Dallas", no 50o Prêmio Grammy, em Los Angeles. Edwards morreu aos 96 anos, disse seu agente na terça-feira. Foto de Arquivo. 10/02/2008 REUTERS/Lucy Nicholson

CHICAGO (Reuters) - O bluesman David “Honeyboy” Edwards, vencedor do Grammy que emocionou platéias do Mississippi à Europa, morreu aos 96 anos, disse seu agente na terça-feira.

Edwards morreu na segunda-feira de insuficiência cardíaca, disse o agente Michael Frank, que também tocava gaita no trio de Edwards.

“Honeyboy era o bluesman genuíno do Delta”, disse Frank.

Edwards esteve entre os últimos músicos a conhecer e tocar com o lendário Robert Johnson, morto em 1938, e sua carreira foi entrelaçada com as de Charlie Patton, Big Joe Williams, Sonny Boy Williamson, Howlin’ Wolf, Lightnin’ Hopkins, Big Walter, Little Walter e Muddy Waters.

Nascido em 1915 em Shaw, no Mississippi, Edwards ganhou um prêmio Grammy 2008 pelo melhor álbum de blues tradicional por “Last of the Great Mississippi Delta Bluesmen: Live In Dallas”. Ele também levou um Grammy em 2010 pela carreira de uma vida.

Normalmente, Edwards se apresentava com uma guitarra acústica, sentava em uma cadeira no palco, embora se movimentasse bastante.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below