August 31, 2011 / 3:08 PM / in 6 years

Compositores de Barbra Streisand revelam admiração pela estrela

3 Min, DE LEITURA

Por Bob Tourtellotte

LOS ANGELES (Reuters) - O casal de compositores Marilyn e Alan Bergman venceu três Oscars e dois Grammys, mas a maior honra que eles receberam durante a carreira pode ter sido compor para Barbra Streisand.

Eles escreveram a letra de músicas como "The Way We Were" e "You Don't Bring Me Flowers", e apesar de terem escrito também para outros cantores desde Frank Sinatra a Sting, é de Streisand que lembram com mais carinho.

Os Bergmans viram a artista pela primeira vez quando ela era uma adolescente em um clube no bairro de Greenwich Village, em Nova York. Eles sentiram uma simpatia por ela imediatamente, e o contrário também foi verdadeiro.

Streisand divulgou recentemente um novo álbum, "What Matters Most", em homenagem aos Bergmans e à música do casal. O disco inclui "The Windmills of Your Mind" e a versão de Streisand da música de Sinatra "Nice 'n' Easy". Os Bergmans falaram com a Reuters sobre o disco e de seu longo relacionamento com Streisand.

P: Vocês ganharam vários prêmios e foram festejados muitas vezes. Então, quão especial poderia ter sido tudo isso?

Marilyn: "Nós praticamente caímos de nossas cadeiras. Barbra era nossa musa. Ela gravou 50 de nossas músicas, o que torna seu papel em nossa vida musical e pessoal uma coisa muito especial.

Alan: "E quando ela canta nossas músicas, ela encontra coisas que nos surpreendem. Ela as torna mais profundas. Ela entende todas as nuances, tudo, então é emocionante."

Marilyn: "Outras pessoas já cantaram 'Windmills of Your Mind', mas na verdade, achamos que a dela será a versão definitiva."

P: Por quê?

Marilyn: Como Alan disse, são as nuances e as camadas de sentido que talvez queríamos expressar mas não ouvíamos. Eles são ressaltados quando ela trabalha, realmente trabalha neles.

P: Acho que era talento. Como ela trabalha isso?

Marilyn: Ela busca a excelência. Você pode dizer que ao ser um perfeccionista, mas não no sentido que tem se tornado pejorativo. Ela quer que algo seja o melhor que pode ser... Ela está ciente da permanência quando você está escrevendo ou apresentando algo, e ela encara sua responsabilidade em tornar algo no melhor que pode ser.

Alan: Os talentos que Deus lhe deu estão lá, mas ninguém usa esses talentos de forma tão responsável como ela.

P : Ela já disse que vocês são quase como os pais dela, e vocês disseram que ela é como uma filha. Então, já houve algum momento em que vocês tiveram de dizer, "Barbra, essa música talvez não seja o melhor para você"?

Marilyn: Não.

P: Por quê?

Alan: Porque seus instintos sobre sua música e sobre si mesma são incríveis, são simplesmente tremendos.

P: Qual é a sua canção favorita do álbum?

Alan: A mais singular é 'Windmills'. E depois a última música, eu adoro como ela canta 'What Matters Most'.

Marilyn: A mais surpreendente é 'Nice 'n'Easy' -- o grande disco feito por Frank Sinatra e nós fizemos para ele. Sua versão era uma proposição e a de Barbra é uma sedução.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below