"Contágio" domina bilheterias nos EUA

domingo, 11 de setembro de 2011 18:22 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Os espectadores norte-americanos renderam-se a "Contágio", "thriller" que mostra a corrida para conter um vírus letal, e que relegou o drama "Histórias Cruzadas" à segunda colocação nas bilheterias no fim de semana.

"Contágio" arrecadou 23,1 milhões de dólares nas salas dos EUA e Canadá entre sexta-feira e domingo, segundo estimativas preliminares. Em seis mercados internacionais onde também estreou, faturou mais 2,1 milhões de dólares.

O filme, dirigido por Steven Soderbergh, conta com um elenco estrelado - incluindo Matt Damon, Gwyneth Paltrow, Kate Winslet, Laurence Fishburne e Jude Law. Mas espectadores ouvidos pela CinemaScore lhe deram em média apenas cotação"B-".

Já "Histórias Cruzadas", muito elogiado pelo público e pela crítica, passou para o segundo lugar depois de três semanas consecutivas na liderança. O filme, sobre criadas negras que se insurgem contra seus patrões no Mississippi, na época da luta pelos direitos civis, arrecadou mais 8,7 milhões de dólares no fim de semana, atingindo um total de 137,1 milhões em suas cinco semanas de carreira no mercado dos EUA e Canadá.

"Warrior", drama sobre dois irmãos em busca da glória e da redenção em um torneio de lutas, ficou em terceiro lugar no lançamento, com decepcionantes 5,6 milhões de dólares. O elenco conta com Tom Hardy, Joel Edgerton e Nick Nolte. O filme obteve cotação média "A" dos espectadores ouvidos pela CinemaScore, e boas avaliações dos críticos.

David Spitz, diretor de distribuição doméstica do estúdio Lionsgate, disse não ter ficado abatido com o mau resultado inicial. "Vamos continuar brigando. Este filme é uma história de azarões, e é um filme azarão", disse.

"A Dívida", filme de espionagem que estreou na semana anterior, faturou 4,9 milhões de dólares e ficou em quarto lugar no mercado norte-americano, à frente de "Colombiana", em que Zoe Saldana interpreta uma assassina em busca de vingança, e que faturou 4 milhões.

O grande fracasso do fim de semana foi "Bucky Larson: Born to Be a Star", sobre um garoto do Meio Oeste dos EUA que chega a Hollywood para virar ator pornô. Gongada pela crítica, a comédia faturou apenas 1,5 milhão de dólares na América do Norte e não ficou nem entre os "top 10".

(Reportagem de Lisa Richwine)