Executivo de Hollywood John Calley morre aos 81 anos

terça-feira, 13 de setembro de 2011 19:48 BRT
 

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - O executivo de Hollywood John Calley, que ocupou posições de alto escalão em três estúdios e produziu "O Código Da Vinci", entre vários outros filmes de sucesso, morreu nesta terça-feira aos 81 anos, informaram seus representantes.

Calley morreu em sua casa em Los Angeles após uma longa doença, disse Steve Elzer, porta-voz da Sony Pictures Entertainment.

O executivo, descrito por colegas como um erudito bem-humorado, foi contratado pela Sony Pictures em 1996 como presidente e chefe operacional. Ele foi promovido em 1998 e se tornou presidente-executivo e chairman do estúdio e se aposentou em 2003.

Durante o período em que Calley esteve no estúdio, ele supervisionou a produção de sucessos de bilheteria como "Homens de Preto" (1997), "Melhor é Impossível" (1997) e "Homem-Aranha" (2002).

Sob sua liderança, o estúdio também produziu séries de sucesso para a TV, como "The King of Queens" e "Dawson's Creek".

Calley continuou ativo na indústria cinematográfica após deixar a Sony Pictures em 2003, e produziu "O Código Da Vinci", que arrecadou 758 milhões de dólares nas bilheterias de todo o mundo, e também a sequência de 2009 "Anjos e Demônios".

Antes de ser contratado pela Sony Pictures, Calley ocupou posições de destaque na Warner Bros e na MGM/United Artists Pictures

Em 2009 ele recebeu o prêmio Irving G. Thalberg Memorial Award, concedido a produtores pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, a mesma que entrega o Oscar.