"Mad Men" e "Modern Family" levam Emmys em noite de surpresas

segunda-feira, 19 de setembro de 2011 10:27 BRT
 

Por Jill Serjeant

LOS ANGELES (Reuters) - "Mad Men" e "Modern Family" voltaram a receber no domingo os principais troféus para drama e comédia na TV dos EUA, mas em outras categorias o prêmio Emmy deu destaque às novidades.

"Mad Men", que aborda o universo da publicidade na década de 1960, levou o prêmio de melhor série dramática pelo quarto ano consecutivo, mas, numa noite cheia de zebras, perdeu em todas as categorias de atuação, roteiro e direção.

Já "Modern Family", "falso documentário" da ABC sobre relações familiares, levou os prêmios de melhor série cômica, direção, roteiro e atores coadjuvantes (Julie Bowen e Ty Burrell, que vivem um casal na tela).

Kate Winslet, que já ganhou um Oscar, levou seu primeiro Emmy, como protagonista da minissérie "Mildred Pierce", da HBO. Mas a minissérie mais premiada foi a britânica "Downton Abbey", exibida nos EUA pela PBS, que recebeu seis Emmys.

"Friday Night Lights", que aborda o mundo do futebol americano e é um sucesso de crítica, apesar da baixa audiência, surpreendeu ao receber os Emmys de melhor roteiro e melhor ator dramático (Kyle Chandler, desbancando os favoritos Jon Hamm e Steve Buscemi).

Melissa McCarthy levou o prêmio de melhor atriz cômica por "Mike & Molly", da CBS. Outros novatos no Emmy foram Peter Dinklage, do seriado medieval "Game of Thrones", da HBO, e Margo Martindale, que após 20 anos de carreira não escondia a emoção pelo prêmio decorrente do seu papel secundário no drama "Justified", do canal FX.

Julianna Margulies, protagonista de "The Good Wife", da CBS, levou o prêmio de melhor atriz dramática. Jim Parsons, que já havia vencido anteriormente, levou o Emmy por "The Big Bang Theory", numa categoria em que a maioria dos analistas apostava em Steve Carell, de "The Office".

Apesar de toda a sua repercussão nos últimos dois anos, a comédia musical "Glee", da Fox, ganhou apenas dois troféus. A suntuosa "Boardwalk Empire", da HBO, que havia recebido sete Emmys na premiação das categorias técnicas, na semana passada, ganhou só um no domingo, o de melhor diretor (Martin Scorsese).

Entre as redes, o domínio foi da HBO, com 19 troféus. Em seguida vieram PBS (14), CBS (11), Fox (9), ABC (8) e NBC (6).

"American Idol", programa mais visto da TV norte-americana nos últimos sete anos, saiu novamente de mãos abanando na categoria de "reality show", onde a vitória foi do eterno favorito "The Amazing Race".

 
Produtor-executivo Matthew Weiner (centro) segura o troféu de melhor série dramática por "Mad Men" ao lado de Elisabeth Moss (esq), Jon Hamm(3a à esq) e Christina Hendricks (2a à dir) na cerimônia dos Emmys, em Los Angeles. 18/09/2011 REUTERS/Lucy Nicholson