R.E.M anuncia fim da banda

quarta-feira, 21 de setembro de 2011 20:08 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Os integrantes do R.E.M, que já foi considerada a "melhor banda de rock and roll da América", anunciaram nesta quarta-feira que decidiram "encerrar os trabalhos" após mais de 30 anos de hits e milhões de discos vendidos.

Membros da banda, cujos sucessos incluem "The One I Love" e "Losing My Religion", anunciaram o fim do grupo em uma mensagem aos fãs colocada nesta quarta-feira no website oficial.

"A nossos fãs e amigos: Como R.E.M., e como amigos da vida toda e co-conspiradores, nós decidimos encerrar os trabalhos como banda."

"Nós vamos embora com um grande senso de gratidão, de fim e admiração por tudo o que realizamos. A qualquer pessoa que tenha sido tocada por nossa música, nosso mais profundo agradecimento por nos escutar", diz o comunicado.

O R.E.M, formado pelo cantor Michael Stipe, o guitarrista Peter Buck, o baixista Mike Mills e o baterista Bill Berry, gravou 15 álbuns desde que surgiu, em 1980. O mais recente, "Collapse into Now", foi lançado no começo deste ano.

A banda estourou no cenário do rock no início da década de 1980, quando se tornou uma sensação no circuito universitário dos Estados Unidos cantando o hit "Radio Free Europe".

O álbum de estreia, "Murmur", de 1983, ajudou a banda a se tornar cult entre os jovens norte-americanos. Os músicos alcançaram o sucesso na cena principal em 1987 com o single "The One I Love", do álbum "Document".

Em dezembro de 1987, a revista Rolling Stone colocou o R.E.M na capa e chamou o grupo de "A Melhor Banda de Rock and Roll da América", e depois vieram anos de hits sucessivos.

"Um homem sábio disse certa vez --'o talento em participar de uma festa é saber a hora de sair dela'. Construímos algo extraordinário juntos. Fizemos isso. E agora vamos deixar isso", disse Stipe em comunicado.

Mills disse que, enquanto fazia o disco mais recente, "Collpse Into Now", e a turnê mais recente para divulgar o disco, os membros da banda começaram a se perguntar o que viria depois. Eles sentiram que as músicas do álbum desenharam uma linha natural entre o trabalho deles como banda e seu futuro como artistas individuais.

(Reportagem de Bob Tourtellotte)

 
Michael Stipe (esquerda) e Peter Buck do R.E.M. em show na Letônia, em 2008. Os integrantes da banda decidiram "dar um tempo". 12/09/2008  REUTERS/Ints Kalnins