Após polêmica, Brad Pitt chama Aniston de "querida amiga"

quarta-feira, 21 de setembro de 2011 18:05 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Brad Pitt tentou novamente se distanciar de comentários aparentemente negativos sobre seu casamento com a atriz de Hollywood Jennifer Aniston, chamando-a de "amiga querida" e uma "pessoa preciosa".

Pitt está promovendo seu novo filme sobre beisebol, "Moneyball". Mas ele passou grande parte de uma entrevista de TV ao talk show matinal "Today" tentando explicar um comentário anterior que sugeriu que ele considerou seu casamento de cinco anos com Aniston chato, e que ele agora é um "homem satisfeito" em seu relacionamento com Angelina Jolie.

"Tudo o que sei é que do meu ponto de vista a melhor coisa que eu faço como pai é ter certeza de que meus filhos têm uma boa mãe", disse Pitt a Matt Lauer, em entrevista a ser transmitida no "Today" na quinta-feira.

"Isso é tudo que eu estava, ou estou tentando dizer. Não tem nenhuma referência ao passado. E eu acho que é uma pena que eu não possa dizer algo agradável sobre Angie (Jolie) sem que Jen (Aninston) seja afetada. Ela não merece isso", afirmou Pitt.

Pitt divulgou um comunicado na semana passada dizendo que suas declarações à revista Parade sobre não viver uma "vida interessante" com Aniston tinham sido mal-interpretadas. Mas suas observações serviram apenas para alimentar uma longa obsessão da mídia sobre uma suposta rivalidade entre Aniston e Jolie.

Pitt, que está criando seis filhos com Jolie, disse que tentou se distanciar da constante especulação sobre quando ele se casaria com Angelina Jolie, ou quando eles se separariam.

"Eu sei que as coisas ficam mal-interpretadas, e eu sei que há um ciclo e é uma boa história dizer que estamos nos separando. E então, ao não se concretizar, eles dizem que nós estamos juntos de novo, é mais um novo ciclo, e então há um casamento secreto... Eu vivo fora dessa, e é muito mais saudável."

"Não quero que falem nada de ruim sobre Jen. Ela é uma querida amiga", acrescentou o ator, que ficou sete anos junto com Aniston, até a separação em 2005.

(Reportagem de Jill Serjeant)