Black Eyed Peas e Hudson se juntam a show em tributo a Jackson

sexta-feira, 23 de setembro de 2011 14:38 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Black Eyed Peas e Jennifer Hudson aderiram ao repertório de artistas para um polêmico show de tributo a Michael Jackson na Grã-Bretanha.

Promotores do evento disseram que a banda norte-americana e a artista ganhadora do Oscar por "Dreamgirls" vão se apresentar no show "Michael Forever", no País de Gales, em 8 de outubro, junto com Christina Aguilera, Cee Lo Green e os ícones da gravadora Motown Gladys Knight e Smokey Robinson.

A homenagem tem o apoio da mãe de Jackson, Katherine, mas os irmãos Randy, Germaine e Janet disseram que não estarão presentes.

O cofundador do Black Eyed Peas will.i.am disse que a música de Jackson foi uma inspiração para ele durante sua infância em Los Angeles, e recordou ter trabalhado com o astro de "Thriller" em 2007.

"O Black Eyed Peas não perderia estar no estádio Millennium para este show em 8 de outubro: todos nós devemos muito a Michael", disse will.i.am em comunicado.

A vencedora do Grammy Hudson, ex-participante do programa de TV "American Idol", ganhou um Oscar por seu papel em 2006 no filme musical "Dreamgirls".

O concerto em homenagem a Jackson vai acontecer mais de dois anos após a morte do cantor, aos 50 anos, vítima de uma overdose do anestésico cirúrgico propofol, em sua mansão em Los Angeles.

Mas o tributo tem sido assolado por problemas, incluindo críticas de alguns fãs de Jackson e dos administradores oficiais do espólio do cantor sobre os músicos escolhidos, os preços dos bilhetes e uma confusão sobre doações para caridade.

O concerto vai acontecer ao mesmo tempo que o julgamento em Los Angeles do médico pessoal de Jackson, Conrad Murray.   Continuação...