Documentário sobre Harrison leva ex-Beatles ao tapete vermelho

segunda-feira, 3 de outubro de 2011 10:35 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Paul McCartney e Ringo Starr, os dois ex-Beatles ainda vivos, passaram na noite de domingo sobre o tapete vermelho da première de "George Harrison: Living in the Material World", documentário de Martin Scorsese sobre o guitarrista, morto em 2001 aos 58 anos.

O filme será exibido nos cinemas britânicos apenas na noite de terça-feira, e em novembro irá ao ar pela BBC.

Scorsese narra a vida de Harrison desde o começo do seu envolvimento com a música, ainda em Liverpool, até a fama com os Beatles e a busca precoce pela plenitude espiritual.

"Tivemos muitas coisas materiais desde muito jovens, e aprendemos que não era isso, que ainda nos faltava alguma coisa", dizia Harrison aos 22 anos.

O cineasta teve acesso a muitas imagens inéditas da infância de Harrison, e entre seus entrevistados estiveram Starr, McCartney, Yoko Ono (viúva de John Lennon) e Olivia Harrison (viúva do protagonista).

"George, para mim, estava pegando certos elementos do R&B, do rock e do rockabilly e criando algo ímpar", diz o também guitarrista Eric Clapton.

Embora os principais sucessos dos Beatles fossem de autoria da dupla Lennon e McCartney, algumas canções da banda foram da lavra de Harrison, como "While My Guitar Gently Weeps".

"Toda vez que eu vejo coisas que têm a ver com George isso me traz mais lembranças do que você acreditaria", disse McCartney no tapete vermelho. "Ele era o meu colega no ônibus escolar... quando era pequeno. Sentimos uma dolorosa saudade dele."

McCartney foi à pré-estreia na companhia da noiva, Nancy Shevell, com quem ele deve se casar em breve.

(Reporting by Mike Collett-White)