ESTREIA-Em "O Zelador Animal", bichos ajudam funcionário no amor

quinta-feira, 6 de outubro de 2011 10:00 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - No tempo em que os animais falavam, como sabem todas as crianças, as histórias eram mais divertidas que nos dias de hoje. Talvez por isso os bichos tenham feito um pacto de silêncio, para protestar contra os roteiristas de Hollywood, que encontram muita dificuldade em criar boas situações com elencos animais simpáticos.

"O Zelador Animal," uma comédia totalmente infantil (tanto que está sendo lançada no Brasil apenas em cópias dubladas), é o exemplo mais recente da falta de criatividade dos estúdios. Aqui, o diretor Frank Coraci tentou misturar ingredientes de comédia romântica com humor de pré-escola e se deu mal. A história romântica é muito previsível e as situações engraçadas proporcionadas pelos animais podem ser contadas nos dedos de uma mão.

O zelador animal é Griffin (Kevin James), um gordinho de bom coração, que trabalha em um zoológico, apaixonado por Stephanie (Leslie Bibb). Na cena inicial, ele a pede em casamento com uma estratégia brego-romântica, deixando um bilhete em uma garrafa na praia, como se fosse o pedido de socorro de um náufrago. A negativa da moça é fulminante e parte o coração do namorado apaixonado.

Cinco anos depois, passamos a acompanhá-lo no zoológico, trabalhando com a veterinária Kate (Rosario Dawson). Ele cuida da limpeza dos ambientes e jaulas em que os animais vivem e de sua alimentação. São esses silenciosos moradores do zôo os únicos ouvintes de suas lamentações amorosas.

A vida segue seu curso até o dia do casamento de seu irmão, um bem-sucedido proprietário de uma loja de carros de luxo. Sem que Griffin soubesse, a noiva convida Stephanie para a festa. O reencontro com a ex deixa o pobre zelador ainda mais infeliz.

Preocupados com o ânimo do amigo, os animais fazem uma assembleia e decidem ajudá-lo a reconquistar a antiga namorada. Só que anunciam a decisão em viva-voz. A surpresa do zelador com a capacidade vocal dos bichos é a deixa para uma participação mais intensa desses personagens na história. Só que não funciona.

Na versão original, eles são dublados por atores conhecidos, como Adam Sandler, Sylvester Stallone, Nick Nolte e Cher (na versão dublada, o humorista Marcelo Adnet faz a voz de cinco animais).

Claro que as dicas dos bichos não podem dar certo. Os lobos, por exemplo, ensinam o zelador a marcar território, e a cena de Griffin fazendo xixi num vaso de plantas de um restaurante é constrangedora.

O zelador também pede ajuda à amiga veterinária, que concorda em acompanhá-lo à festa só para provocar ciúmes na loira. Mas, quando Kate aparece em vestido de noite, sem o uniforme do zoológico, Griffin perde a fala. A partir daí, até o bicho mais burro do zôo sabe o que vai acontecer. Mas eles renovam o pacto de silêncio para não estragar a surpresa.

(Por Luiz Vita, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb