Jobs, admirado não só no mundo da tecnologia mas pelos designers

quinta-feira, 6 de outubro de 2011 16:29 BRT
 

Por Mark Bendeich e Astrid Wendlandt

SYDNEY/PARIS (Reuters) - Mesmo antes de morrer, Steve Jobs garantiu seu lugar no panteão do design industrial como uma das pessoas mais influentes do último século.

O Mac, o iPod e o iPhone, gerados a partir de sua visão de casar a alta tecnologia com uma forma simples e elegante, já são reconhecidos pelos designers como os produtos mais icônicos da era digital.

As criações do cofundador da Apple não apenas mudaram a forma de as pessoas comunicarem, verem filmes, ouvirem música e comprarem na Internet, mas as telas grandes e os softwares amigáveis do Mac também tornam a vida mais fácil para arquitetos, editores, artistas e estilistas de moda.

"Um dos verdadeiramente grandes mentores e designers", disse o arquiteto britânico Norman Foster, conhecido por trabalhar em grandes projetos como a Millennium Bridge e o bairro suíço apelidado de "The Gherkin", em Londres.

"Steve Jobs nos encorajou a desenvolver novas formas de olhar para o design a fim de refletir sua habilidade única de se mover para frente e para trás entre a grande estratégia e a minúcia das pequenas disposições internas", disse Foster, que projetou a nova sede da Apple na Califórnia.