Steve Jobs morreu de parada respiratória e tumor

segunda-feira, 10 de outubro de 2011 21:44 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - Steve Jobs, um dos fundadores da Apple, morreu de parada respiratória provocada por um tumor no pâncreas, segundo seu atestado de óbito.

Jobs morreu na quarta-feira passada em sua casa em Palo Alto, na Califórnia, por volta das 15h. O atestado indica "parada respiratória" como a causa imediata da morte com "metástase de tumor neuroendócrino de pâncreas" como a condição subjacente que provocou os problemas respiratórios.

Não foi feita autópsia em Jobs, identificado como um empresário da indústria da alta tecnologia com educação "universitária incompleta" na certidão divulgada pelo Departamento de Saúde Pública do Condado de Santa Clara.

Jobs morreu aos 56 anos. A reconhecida figura do mundo tecnológico foi sepultado na sexta-feira em Palo Alto. Quando faleceu, estava rodeado por sua esposa e família mais próxima.

Ele lutou com problemas de saúde, mas disse muito pouco sobre sua batalha contra o câncer desde que se submeteu a uma cirurgia em 2004. Quando renunciou a seu cargo em agosto, entregando o comando da Apple ao chefe de Operações Tim Cook, Jobs disse simplesmente que já não podia cumprir com seus deveres como presidente-executivo da empresa.

(Por Poornima Gupta)