Serviço comunitário de Lindsay Lohan é trocado após faltas

sexta-feira, 14 de outubro de 2011 19:26 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - A atriz Lindsay Lohan trocou de programa de serviço comunitário, que foi ordenado pelo tribunal, depois de faltar a sessões em um abrigo para mulheres em Los Angeles, disseram autoridades na sexta-feira, levantando dúvidas quanto à responsabilidade dela.

Lohan, 25 anos, foi sentenciada este ano a 360 horas de serviço comunitário, parte de sua sentença por ter roubado um colar de ouro de uma joalheria. A atriz de "Meninas Malvadas" também cumpriu 35 dias de prisão domiciliar.

O juiz do caso avisou a Lohan que deve levar as exigências a sério e completar seu serviço comunitário dentro do prazo. Se não o fizer, pode violar sua condicional e ser enviada de volta à prisão.

Lohan tem até maio de 2012 para completar o programa e deve retornar à corte em 19 de outubro para uma reunião de avaliação de seu progresso.

Uma porta-voz da promotoria pública de Los Angeles, Jane Robinson, disse que, depois de faltar a várias visitas ao abrigo para mulheres, Lohan agora está fazendo serviço comunitário para a Cruz Vermelha.

O site de celebridades TMZ.com disse que Lohan faltou repetidas vezes ao abrigo para mulheres, e, quando compareceu, ficou menos tempo que o exigido, quatro horas.

A empresária da atriz confirmou que Lohan está fazendo serviço comunitário na Cruz Vermelha, mas não deu maiores informações.

A carreira cinematográfica antes promissora de Lohan descarrilou em função de várias passagens pela prisão e clínicas de reabilitação desde 2007.

(Reportagem de Jill Serjeant)