Julgamento do médico de Jackson é suspenso até quarta-feira

segunda-feira, 17 de outubro de 2011 16:57 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - O julgamento do médico de Michael Jackson, acusado de homicídio culposo, foi suspenso até quarta-feira para permitir que os advogados de defesa consultem especialistas em relação a um novo estudo sobre o conteúdo do estômago do cantor, que morreu em 2009.

O juiz do caso contra o médico Conrad Murray disse que não haverá audiências nesta segunda-feira ou na terça-feira, mas que ele planejava chamar os jurados de volta na quarta-feira.

O júri foi informado para não comparecer nesta segunda-feira por causa de uma morte na família da última testemunha de acusação.

O novo adiamento foi acordado para que os advogados de Murray possam analisar totalmente um estudo encomendado pelo Ministério Público sobre a quantidade do sedativo lorazepam presente no estômago de Jackson.

Murray nega o homicídio involuntário na morte de Jackson, em junho de 2009, por uma overdose do anestésico propofol e outros medicamentos, incluindo lorazepam.

(Reportagem de Jill Serjeant)