Selena Gomez obtém ordem judicial de proteção contra perseguidor

terça-feira, 18 de outubro de 2011 18:31 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - A atriz e cantora adolescente Selena Gomez obteve uma ordem judicial temporária de proteção contra um homem de 46 anos que, segundo o advogado dela, tem um histórico de doença mental e já falou que pensa em matar a artista.

Um juiz da Corte Superior de Los Angeles aprovou a ordem que obriga Thomas Brodnicki a manter pelo menos 100 metros de distância de Selena, de 19 anos, que é também a namorada do popstar adolescente Justin Bieber.

"Sinto medo extremo de Brodnicki, devido à ameaça direta que ele fez contra minha vida, seu comportamento obsessivo e ameaçador em relação a mim e seu histórico de perseguição criminosa", disse a artista em declaração registrada no tribunal.

No mês passado, Brodnicki foi detido por 72 horas para averiguação de sua saúde mental, depois de ameaçar arrancar os olhos de transeuntes na rua, segundo documentos registrados no tribunal pelo advogado de Selena Gomez e postados pelo site de celebridades E! Online.

Durante essa detenção, Brodnicki disse a um médico que viajara de Chicago a Los Angeles com a intenção de ter um encontro com Selena Gomez e que pensava em machucá-la ou matá-la. De acordo com o comunicado feito ao tribunal, Brodnicki tem histórico de doença mental.

Documentos do tribunal dizem que uma unidade da polícia de Los Angeles está cuidando do caso e trabalhando para proteger Gomez contra Brodnicki.

Conhecida principalmente por sua atuação no programa de TV da Disney "Feiticeiros de Waverly Place", Gomez também atuou este ano no filme "Monte Carlo". Como cantora, seus sucessos principais incluem "Shake It Up" e "Tell Me Something I Don't Know."

(Reportagem de Alex Dobuzinskis)