Tela de Rufino Tamayo é destaque em leilão de arte da A. Latina

terça-feira, 18 de outubro de 2011 19:37 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - "Fatias de Melancia", tela pintada em 1950 pelo artista mexicano Rufino Tamayo, e avaliada em até 2 milhões de dólares, deve ser o grande destaque de um leilão de arte latino-americana no mês que vem, disse a casa Sotheby's na terça-feira.

A casa de leilões disse que a obra, mostrando a fruta diante de um fundo vermelho e abóbora, tem um significado especial para Tamayo, pois quando jovem ele ajudou uma tia a vender melancias num mercado da Cidade do México.

Em nota, a Sotheby's disse que o quadro "funde a estética modernista internacional do cubismo com um tema e um simbolismo locais", e que "a bidmensionalidade simples, o caráter esparso e as formas geométricas são uma parte essencial da arte de Tamayo no período".

Tamayo, morto em 1991, é considerado por especialistas como um dos grandes nomes da arte mexicana no século 20, ao lado de Diego Rivera, José Clemente Orozco e David Siqueiros.

O leilão incluirá outras sete obras de Tamayo, pintadas entre 1928 e 66.

Em 2008, a casa Christie's vendeu por 7,2 milhões de dólares a tela "Trovador", pintada por Tamayo em 1945.

(Reportagem de Walker Simon)