Sarkozy diz que está "muito feliz" com nascimento da filha

quinta-feira, 20 de outubro de 2011 11:39 BRST
 

PARIS (Reuters) - O presidente francês, Nicolas Sarkozy, disse nesta quinta-feira que ele e a primeira-dama, Carla Bruni, estavam profundamente felizes com sua filha, a primeira confirmação oficial do nascimento, mas acrescentou que deixaria que sua esposa revelasse o nome da criança.

A mídia francesa informou, citando fontes, que o nome da menina seria "Giulia" ou "Julia".

Falando com jornalistas durante uma viagem à cidade de Mayenne, no noroeste da França, após duas visitas-relâmpago para ver a mulher e o bebê, Sarkozy disse que quis manter a chegada de seu primeiro filho com Bruni uma questão privada.

"Todos vocês que são pais podem entender a profunda alegria que Carla e eu sentimos. Todos vocês também podem entender que é uma alegria ainda mais profunda por ser algo particular", disse.

"Tivemos sorte de presenciar um evento tão feliz", disse. "Vou ficar apenas nessas poucas e breves palavras para dizer que elas passam muito bem".

Sarkozy e seu gabinete mantiveram silêncio durante toda a gravidez de Bruni, apesar do enorme interesse despertado pelo primeiro bebê nascido de um presidente francês ainda cumprindo o mandato. Com a discrição Sarkozy tentava reparar uma imagem vista por muitos como muito impetuosa e informal.

Muitos franceses viram com desagrado seu rápido namoro com Bruni, uma ex-top model e cantora, por ter começado logo depois de sua eleição para a presidência, em 2007, e após seu divórcio da segunda mulher, Cecilia.

O gabinete de Sarkozy se recusou a confirmar o nascimento - que a mídia francesa disse ter acontecido na quarta-feira, enquanto Sarkozy estava em Frankfurt debatendo possíveis soluções para a crise da zona do euro --, dizendo que não comentava questões da vida privada do presidente.

O pai de Sarkozy, Pal Sarkozy, disse à emissora de televisão francesa BFM que a família estava "emocionada" e que Bruni estava cansada, mas "passando muito bem".   Continuação...