Adaptação para o cinema de "Magic Tree House" estreia no Japão

segunda-feira, 24 de outubro de 2011 10:24 BRST
 

Por Chris Gallagher

TÓQUIO (Reuters) - Os livros da série "Magic Tree House" têm levado milhões de leitores em aventuras para todos os lugares, do antigo Egito ao Japão feudal. Agora, a série infantil de viagem no tempo está embarcando em um novo destino: o cinema.

A adaptação japonesa da animação, que estreou no Festival de Cinema Internacional de Tóquio, chega ao cinema cerca de duas décadas depois que a autora Mary Pope Osborne estava passando por uma velha casa na árvore e teve a ideia para a série que já vendeu quase 100 milhões de livros em todo o mundo.

Mary havia sido contra a venda dos direitos de adaptação dos livros, conhecidos por seu valor no ensino de leitura, história e geografia, porque ela queria manter as histórias na imaginação das crianças.

Mas ficou impressionada com a visão dos cineastas japoneses, que visitaram Mary e seu marido nos Estados Unidos para mostrar o roteiro e as ilustrações para o filme, e se sentiu confiante de que eles fariam um bom filme.

"Nós achamos que eles capturaram totalmente o espírito do irmão e da irmã na história", disse Mary à Reuters na estreia de "Magic Tree House" no domingo, segundo dia do festival.

"O coração da história estava tão intacto que, para mim, foi simplesmente perfeito nesse sentido".

O filme, produzido pela Media Factory e previsto para ser lançado no Japão em janeiro, acompanha Jack e sua irmã mais nova, Annie, que descobrem uma casa de árvore cheia de livros de ficção em Frog Creek, na Pensilvânia. Nos primeiros livros, Jack tem oito anos de idade e Annie, sete.

Quando Jack aponta para uma figura no livro sobre dinossauros e os irmãos são subitamente transportados para tempos pré-históricos, eles percebem que a casa da árvore é mágica e pode levá-los a qualquer tempo e lugar na história.

Na semana passada, Mary visitou escolas no Japão, nas áreas atingidas pelo tsunami, e disse que ficou emocionada com a força das crianças, que segundo ela tinham as mesmas qualidades heróicas de Jack e Annie.

Mary já escreveu cerca de 100 livros ao longo de 30 anos de carreira e não mostra sinais de que pretende parar. Ela está trabalhando em mais um livro da série "Magic Tree House" que se passa em uma reserva de pandas, tendo como pano de fundo o terremoto de 2008 na China.