Pai de Lindsay Lohan é preso de novo na Flórida

quinta-feira, 27 de outubro de 2011 14:04 BRST
 

Por Robert Green

ST. PETERSBURG (Reuters) - O pai da atriz Lindsay Lohan foi preso na quinta-feira, pela segunda vez nesta semana, depois de ter sido libertado de uma cadeia da Flórida onde estava detido por acusações de violência doméstica, informaram as autoridades.

Michael Lohan, de 51 anos, foi detido pela primeira vez na terça-feira quando sua namorada, Kate Major, de 28 anos, disse que ele a agarrou, empurrou e ameaçou jogá-la da sacada de seu apartamento no quarto andar de um prédio em Tampa.

Lohan, que negou ter machucado Kate, foi solto na quarta-feira depois de pagar fiança no valor de 5.000 dólares. Um juiz o proibiu de entrar em contato com Kate.

De acordo com declaração da polícia, Kate ligou para a polícia na manhã de quinta-feira para dizer que Lohan a estava ameaçando com telefonemas. Enquanto os policiais estavam no apartamento dela, Lohan telefonou e Kate pôs a ligação no viva voz.

Depois de consultar a promotoria estadual, a polícia foi a um motel de Tampa e prendeu Michael Lohan por ter violado os termos de sua soltura.

"Ao ver os policiais, ele (Lohan) pulou de uma sacada no terceiro andar, tentando evitar ser detido. Perseguido por curta distância a pé, foi capturado sem incidentes", disse em comunicado o tenente de Tampa S.J. Lee.

Michael Lohan se queixou de ter machucado o pé na queda e foi levado a um hospital para ser examinado, e depois foi levado à prisão.

Ao sair da delegacia, Lohan disse a uma emissora de TV local que Kate tinha telefonado para ele porque estava sendo despejada do apartamento.

"Ela vive fazendo isso. Ela precisa de ajuda, liga para mim, e eu sou tonto e acredito. Retorno a ligação. Sou um idiota", disse.