ESTREIA-Will Ferrell estrela drama "Pronto Para Recomeçar"

quinta-feira, 10 de novembro de 2011 08:25 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Um dos atores mais queridos do tradicional programa cômico norte-americano "Saturday Night Live", o comediante Will Ferrell investe numa carreira cinematográfica desde que deixou seu elenco, em 2002.

Nesse período, tem procurado, entre outras coisas, demonstrar sua versatilidade encarando papeis dramáticos, como fez em "Mais Estranho que a Ficção" (2006), repetindo a dose em seu novo trabalho, "Pronto Para Recomeçar", do estreante Dan Rush.

O enredo adapta o conto "Por que não dançam?", do escritor Raymond Carver. Quem se acostumou com o histrionismo do ator em comédias como "Um Duende em Nova York" (2003), vai provavelmente estranhar a tensão permanente de seu personagem aqui, Nick Halsey - um executivo que acaba de perder, de uma tacada só, seu emprego de 16 anos e a mulher, por conta de sua reincidência no alcoolismo.

Do dia para a noite, Nick vê-se numa situação absurda: sem um tostão, já que a mulher bloqueou sua conta bancária conjunta, e morando no gramado de sua casa, pois ela mudou todas as fechaduras. Antes, ela teve o cuidado de espalhar todas as coisas de Nick sobre a grama, incluindo suas roupas, discos, troféus de torneios de beisebol e até sua poltrona reclinável.

Com acesso limitado ao quintal do fundo da casa, Nick torna-se um quase sem teto, para incômodo dos vizinhos do bairro nobre em que mora e que chamam a polícia. Ainda assim, Nick ganha o prazo de alguns dias, sendo aconselhado a vender seus pertences rapidamente e encontrar outra moradia.

Amargurado e cercado de latinhas de cerveja, o ex-executivo ganha dois aliados importantes - a vizinha grávida que acaba de mudar-se, a fotógrafa Samantha (Rebecca Hall), e um garotinho, Kenny (Christopher Jordan Wallace), que mora nos arredores.

O ponto central da história está nesta evolução do protagonista para superar seus impasses - o que não se sabe se conseguirá ou não. A se elogiar a sutileza na direção, que não procura impor lições edificantes, nem se furta a mostrar as inúmeras arestas de Nick e sua relação complicada com o mundo e consigo mesmo. Certamente, assim faz justiça à história original de Carver.

No elenco, destaca-se ainda Laura Dern ("Império dos Sonhos"), que interpreta uma amiga de colégio procurada por Nick num momento em que ele volta às suas raízes.

(Por Neusa Barbosa, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb