Exposição de fotos de Marilyn Monroe traz imagens inéditas

sexta-feira, 11 de novembro de 2011 14:32 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - Várias fotografias da ícone de Hollywood Marilyn Monroe, que nunca foram vistas, fazem parte de uma nova exposição dedicada à estrela.

A mostra "Retratando Marilyn", que estreou na quinta-feira na Milk Gallery, em Nova York, está aberta até o fim de semana. Ela abrange a vida de Marilyn Monroe em frente às câmeras, começando com a sua adolescência, quando ela foi fotografada na praia por Andre De Dienes, de acordo com seus organizadores.

A ideia é que a exibição coincida com o lançamento ainda este mês do filme "My Week with Marilyn", estrelado por Michelle Williams como Marilyn.

"Ela era inocente, inteligente e sexual - que combinação. Ela era o sonho de um alquimista e é por isso que a chama é eterna", disse Harvey Weinstein, o produtor do filme.

A exposição é composta por mais de 60 imagens feitas por alguns dos fotógrafos mais famosos, incluindo a "Série Discovery" por Bernardo de Hollywood, que ajudou a colocá-la em seu primeiro papel como atriz, e a sessão de fotos com Philippe Halsman para a capa da revista Life, quando ela tinha 26 anos.

A exibição foi lançada com uma noite de gala oferecida pelo co-organizador Bert Stern, a atriz Celeste Holm, que co-estrelou com Marilyn em "A Malvada", e Joan Copeland, irmã do dramaturgo Arthur Miller, com quem Marilyn era casada.

A fotografia feita por Stern com Marilyn em um vestido preto Dior para a capa da Vogue é a peça central da mostra. Ele também fez os retratos finais de Marilyn, uma série conhecida como "A Última Sessão", em 1962.

No total, Stern tirou mais de 2.500 fotos de Marilyn, mas só divulgou algumas para o público.

Entre outras imagens inéditas está uma foto feita por De Dienes quando Marilyn tinha 23 anos, em um raro momento em que ela foi fotografada sem maquiagem.

(Reportagem de Chris Michaud)