George Clooney deporá em ação contra Berlusconi por crime sexual

quarta-feira, 23 de novembro de 2011 19:40 BRST
 

MILÃO (Reuters) - O ator George Clooney será convocado como testemunha da defesa no processo em que o ex-premiê italiano Silvio Berlusconi é acusado de ter contratado uma prostituta menor de idade, disseram fontes judiciais na quarta-feira.

Ao todo, 214 testemunhas de defesa e acusação foram aceitas pelo tribunal de Milão. A defesa também quer os depoimentos do jogador de futebol Cristiano Ronaldo e de Elisabetta Canalis, ex-namorada de Clooney.

Berlusconi é acusado de pagar para fazer sexo com a marroquina Karima el Mahroug, conhecida como Ruby, que na época tinha 17 anos. O político e empresário, de 75 anos, também responde pela acusação de abuso de poder, pois teria usado seu cargo para libertar Ruby quando ela foi presa por suspeita de furto em Milão.

Ambos negam as acusações.

A defesa de Berlusconi disse que convocou Clooney porque Ruby relatou ter visto o ator e Canalis em uma festa de Berlusconi.

O julgamento foi suspenso até 2 de dezembro, e não está claro quando Clooney irá depor.

(Reportagem de Manuela d'Alessandro)