Vestido de Amy Winehouse é vendido por US$68 mil em leilão

quarta-feira, 30 de novembro de 2011 14:30 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Um vestido estampado de chiffon usado por Amy Winehouse para a capa do disco de sucesso "Back to Black" foi vendido por 43.200 libras (68 mil dólares) em um leilão.

O preço de venda, menos a comissão para a casa de leilões, foi de 36 mil libras, muito acima das estimativas de 10 mil a 20 mil libras, disse a porta-voz da casa de leilões Kerry Taylor, especializada em moda antiga de luxo.

O valor arrecadado pelo vestido, da grife Disaya, será destinado à Fundação Amy Winehouse, uma entidade beneficente criada pelo pai da cantora para ajudar jovens pobres, doentes ou viciados em drogas.

Winehouse, que morreu em julho aos 27 anos, tinha um histórico de abuso de drogas e álcool, e altos índices de álcool foram encontrados em seu sangue na época de sua morte.

O comprador do vestido foi o Museu de la Moda de Santiago, no Chile.

Entre os outros destaques do leilão de terça-feira estavam um vestido marfim rendado, uma versão do modelo usado por Audrey Hepburn na comédia romântica de 1953 "A Princesa e o Plebeu", em que a atriz contracenou com Gregory Peck.

O vestido, que Hepburn adaptou para receber seu Oscar de melhor atriz pelo mesmo filme, foi vendido por 70 mil libras, ou 84 mil dólares, incluindo a comissão.

Ao todo, o leilão arrecadou 708.000 libras, incluindo as comissões, superando as expectativas.

(Reportagem de Mike Collett-White)

 
Vestido usado por Amy Winehouse na capa do disco "Back to Black", na casa de leilões Kerry Taylor, no centro de Londres. O vestido foi vendido por 43.200 libras (68 mil dólares). 28/11/2011  REUTERS/Stefan Wermuth