Quadro redescoberto de Velázquez é vendido por US$4,7 bilhões

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011 17:38 BRST
 

Por Mike Collett-White

LONDRES (Reuters) - Uma tela inicialmente avaliada em 300 libras (470 dólares) mas depois atribuída ao mestre espanhol Diego Velázquez foi arrematada por 3 milhões de libras (4,7 milhões de dólares) em um leilão nesta quarta-feira em Londres.

O valor alcançou exatamente a estimativa mais alta de pré-venda da casa de leilões Bonhams, que descobriu o retrato de um homem desconhecido entre uma coleção de pinturas que acreditava-se ser do artista britânico do século 19 Matthew Shepperson.

Os trabalhos estavam colocados à venda pela Bonhams em Oxford, mas especialistas sugeriram que o retrato era de um artista diferente e o enviaram ao departamento de mestres antigos em Londres para análises específicas.

Peter Cherry, considerado pela Bonhams como "uma das mais destacadas autoridades em Velázquez e sua história", confirmou a autoria da tela.

Cherry submeteu a obra a exames de raios-X e concluiu que havia sido pintada entre 1631 e 1634, época em que o espanhol Velázquez estava na Itália ou havia acabado de regressar à Espanha.

Essa é uma das cem obras conhecidas de Velázquez, e uma das poucas em mãos de particulares.

A Bonhams disse que "muitos especialistas" foram consultados para confirmar a autoria de Velázquez.

Andrew McKenzie, diretor do setor de mestres antigos da Bonhams, disse que sua participação na descoberta e venda do quadro era o ponto alto de sua carreira.   Continuação...