"O Artista" e "Os Descendentes" são favoritos dos críticos

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 09:13 BRST
 

NOVA YORK/LOS ANGELES (Reuters) - "O Artista", um filme em preto e branco sobre Hollywood, o drama "Os Descendentes", o ator Brad Pitt e os diretores Martin Scorsese e Terrence Malick foram premiados no domingo pelos críticos e grupos da indústria cinematográfica dos Estados Unidos, que homenagearam os melhores filmes do ano.

A Sociedade dos Críticos de Cinema de Boston, a Associação dos Críticos de Cinema de Los Angeles e o Críticos Online de Cinema de Nova York anunciaram suas escolhas para os melhores filmes e desempenhos de 2011, iniciando uma semana importante em Hollywood, em que serão anunciadas as indicações para os Globos de Ouro e o Screen Actors Guilds.

O Instituto Americano de Cinema, um grupo de artes cinematográficas de Los Angeles, também divulgou no domingo sua lista dos dez melhores filmes do ano.

Em Boston, os críticos elegeram como melhor do ano "O Artista", que retrata a transição de Hollywood desde as antigas produções sem áudio para os filmes sonoros. Foi o mais recente prêmio recebido pelo filme, muito comentado nos festivais de 2011.

"O Artista" não ficou entre os dez primeiros do Instituto Americano de Cinema (IAC), mas somente porque não foi produzido nos Estados Unidos. No entanto, o grupo citou "O Artista" e a série "Harry Potter" ao conceder os Prêmios Especiais do instituto.

Na lista do IAC estavam "Os Descendentes", de Alexander Payne , "Hugo", de Martin Scorsese, e "Cavalo de Guerra", de Steven Spielberg e a comédia feminina "Missão Madrinha de Casamento".

Os críticos de Boston nomearam Brad Pitt como melhor ator por sua interpretação de um jogador de beisebol em "O homem que mudou o jogo" e Michelle Williams como melhor atriz por seu papel em "Minha Semana com Marilyn".

Brad Pitt já havia ganhado o prêmio dos Críticos de Cinema de Nova York, enquanto Williams recebeu no domingo um de seus primeiros prêmios.

(Reportagem de Chris Michaud)