Elton John vai escrever relato pessoal sobre AIDS

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012 15:56 BRST
 

LONDRES, 9 Jan (Reuters) - Elton John vai escrever um relato pessoal sobre sua vida durante a epidemia de Aids, inclusive sobre sua amizade com o vocalista do Queen Freddie Mercury, que morreu de uma doença relacionada à Aids em 1991, aos 45 anos.

O músico de "Rocket Man" fundou a Fundação Aids Elton John há cerca de 20 anos para levantar fundos para ajudar no combate à doença, e a renda obtida com "LOVE IS THE CURE: Ending the Global Aids Epidemic" (O AMOR É A CURA: Acabando com a epidemia global de AIDS) vai para a caridade.

Em um comunicado divulgado nesta segunda-feira, a editora Hodder&Stoughton prometeu "uma história muito pessoal da... vida de Elton durante a epidemia de Aids, inclusive sua agonia em ver amigo atrás de amigo perecendo desnecessariamente".

Entre as pessoas que o relato descreve estão Mercury e Ryan White, um menino norte-americano que se tornou "criança-símbolo" do HIV/Aids depois de ser expulso da escola por sua condição.

Segundo relatos da época, John estava com White quando ele morreu em um hospital norte-americano em 1990, aos 18 anos.

"Essa é uma doença que deve ser curada não por uma vacina milagrosa, mas mudando mentes e corações, e através de um esforço coletivo para romper as barreiras sociais e erguer pontes de compaixão", disse John.

"Por que não estamos fazendo mais? Essa é uma questão sobre a qual pensei muito e que desejo responder -e ajudar a mudar- escrevendo este livro."

Cerca de 34 milhões de pessoas no mundo tinha o vírus da imunodeficiência adquirida (HIV) que provoca a Aids em 2010, 17 por cento a mais do que em 2011, quando 28,6 milhões conviviam com o HIV.

Segundo o comunicado da Hodder, o HIV/Aids já matou 60 milhões de pessoas.   Continuação...