Guitarrista do Black Sabbath é diagnosticado com câncer

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012 17:24 BRST
 

LONDRES, 9 Jan (Reuters) - O guitarrista do Black Sabbath, Tony Iommi, foi diagnosticado com linfoma em estágio inicial, de acordo com um comunicado em sua página na Internet nesta segunda-feira.

A formação original do grupo britânico de heavy metal está compondo e gravando seu primeiro álbum em 33 anos, e os integrantes da banda irão se mudar de Los Angeles, nos Estados Unidos, para Londres, na Inglaterra, para trabalhar com Iommi enquanto ele faz o tratamento contra a doença.

"Seus colegas de banda gostariam que todos mandassem vibrações positivas para o guitarrista neste momento", disse o comunicado, acrescentando que a data de lançamento do novo álbum permanece sendo no segundo semestre.

"Iommi está conversando atualmente com os seus médicos para estabelecer o melhor plano de tratamento. O 'homem de ferro' do Rock&Roll está animado e determinado a ter uma recuperação completa e de sucesso."

Iommi, de 63 anos, foi um dos integrantes a fundar o Black Sabbath, um dos grupos de maior sucesso do heavy metal da história, com estimados 70 milhões de discos vendidos no mundo todo.

Os veteranos anunciaram em novembro que iriam reunir a formação original de quatro integrantes, incluindo Ozzy Osbourne no vocal, para a produção do primeiro álbum deles em mais de três décadas e uma turnê mundial em 2012.

O quarteto lançou seu último álbum de inéditas gravado em estúdio em 1978, com "Never Say Die".

Osbourne foi demitido da banda em 1979, dando início a uma série de mudanças na liderança da banda por muitos anos. O quarteto original se reuniu para um lançamento em 1998 e tocou esporadicamente junto no início dos anos 2000.

(Reportagem de Mike Collett-White)