Guggenheim planeja criar museu de US$ 178 mi em Helsinque

terça-feira, 10 de janeiro de 2012 11:11 BRST
 

HELSINQUE, 10 Jan (Reuters) - O Guggenheim pretende construir um museu de 140 milhões de euros (178 milhões de dólares) na orla de Helsinque, como parte de uma política de expansão que já levou à abertura de filiais em lugares como Bilbao (Espanha) e Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos).

A Fundação Solomon R. Guggenheim, que administra o museu-sede, um prédio projetado por Frank Lloyd Wright em Nova York, e também as quatro filiais propôs que a nova unidade seja desenvolvida conjuntamente com a prefeitura da capital finlandesa.

Em relatório divulgado nesta terça-feira, após um ano de estudos, a fundação informou que Helsinque foi escolhida por causa de sua tradição e interesse pelas artes, e os planos municipais de revitalizar a zona portuária.

O relatório observou também que Helsinque não tem uma coleção significativa de arte moderna, e o museu pode preencher essa lacuna e contribuir para atrair turistas.

"A paisagem cultural de Helsinque é rica, mas também fragmentada (...). A cena artística de Helsinque carece de um centro de gravidade", disse o relatório, recomendando que a prefeitura convoque um concurso arquitetônico.

O museu seria construído em um terreno municipal no sul da zona portuária, vizinho à sede da companhia florestal Stora Enso, projetada por Alvar Aalto.

A estimativa de 140 milhões de euros inclui o projeto e a construção do museu. O Guggenheim também está contando com financiamento público, privado e de corporações para cobrir custos operacionais.

A prefeitura deve decidir nas próximas semanas se executará o projeto.

(Reportagem de Ritsuko Ando)