Filme mudo "O Artista" lidera indicações a prêmio britânico

terça-feira, 17 de janeiro de 2012 11:52 BRST
 

Por Mike Collett-White

LONDRES, 17 Jan (Reuters) - O filme mudo "O Artista" se impôs no circuito de premiações nesta terça-feira, liderando as indicações para o Bafta, o Oscar do cinema britânico, com 12 indicações.

A comédia francesa em preto e branco, uma homenagem à época "pré-cinema falado" dos anos 1920 e 1930 de Hollywood, foi indicada nas principais categorias, as de melhor filme, ator, atriz, diretor e roteiro original, da Academia Britânica de Cinema e Televisão.

O filme ganha força uma semana antes do anúncio das indicações ao Oscar e depois do triunfo no final de semana passado no Globo de Ouro, em que ficou com três prêmios.

O histórico do Bafta em prever a vitória no Oscar é irregular, mas trata-se da maior honraria do cinema britânico e a cerimônia do cinema mais vista fora dos Estados Unidos.

"O Artista", sobre uma estrela de cinema da era muda cuja carreira entra em colapso com a chegada do som, ficou com um prêmio a mais do que o filme de espionagem da Guerra Fria "O Espião que Sabia Demais", que teve 11 indicações.

A adaptação do clássico da espionagem de John Le Carré também concorre a melhor filme, diretor, ator e roteiro adaptado.

"A Invenção de Hugo Cabret", a aventura familiar de Martin Scorsese, ganhou nove indicações, seguido por "Sete Dias com Marilyn", com seis, e cinco indicações cada para "Histórias Cruzadas" e "War Horse".

MERYL STREEP   Continuação...