Fundador do WikiLeaks apresentará programa de TV do Kremlin

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012 11:57 BRST
 

Por Nastassia Astrasheuskaya

MOSCOU, 26 Jan (Reuters) - O canal de língua inglesa financiado pelo Kremlin Russia Today deu ao fundador do WikiLeaks, Julian Assange, seu próprio talk-show televisivo, informou a emissora nesta semana.

A filmagem da estreia de Assange na televisão já está sendo feita na Grã-Bretanha, onde ele continua em prisão domiciliar nos arredores de Londres enquanto apela de uma ordem de extradição para a Suécia.

O Russia Today - considerado pelos críticos um exercício de aprimoramento da imagem do Kremlin - disse que Assange convidará "dez políticos, pensadores e revolucionários" para entrevistas em um programa chamado "The World Tomorrow", que deve entrar no ar em meados de março.

"Tudo o que fazemos no ar é diferente da tendência atual em língua inglesa, isso é algo que temos em comum com Assange", disse a redatora-chefe do RT, Margarita Simonyan, à Reuters.

"" programa foi feito sob medida para o lema do RT, que é "questione mais"", disse ela. "Estamos contando com ele para atrair o interesse de uma grande audiência".

Simonyan não quis dizer quanto Assange receberia para apresentar o programa de entrevistas.

Transmitido para 430 milhões de assinantes de TV a cabo no mundo, o canal do Kremlin oferece uma rara plataforma pública para um homem cujo site, o WikiLeaks, está sob forte pressão depois de tornar público vários telegramas diplomáticos norte-americanos, e que viu sua capacidade de se autofinanciar prejudicada.

Assange, um australiano de 40 anos, disse que a recusa de muitas empresas de transações financeiras - incluindo Visa, MasterCard, PayPal e Western Union - de trabalhar com o WikiLeaks prejudicou a capacidade do site de continuar seu trabalho.   Continuação...