Japoneses celebram fim de festival com sushi gigante da sorte

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 12:32 BRST
 

Por Ruairidh Villar

TÓQUIO, 3 Fev (Reuters) - Engolir um enorme sushi de uma vez em 3 de fevereiro, dia que marca o final do festival de inverno do Japão, supostamente traz boa sorte - contanto que você não fale enquanto come e se lembre de voltar o rosto para a direção certa.

Os sushis "ehomaki", ou "direção da sorte", são versões gigantescas dos bolinhos de arroz enrolados em alga que fazem parte das refeições sushi. Medindo cerca de seis centímetros de diâmetro e 20 centímetros de comprimento, eles contêm de tudo, de ovo, peixe e vegetais a pedaços de costeleta de porco frita.

O importante é pegá-los com a mão e comê-los, silenciosamente, com o rosto virado na direção apropriada - que, este ano, é a norte-noroeste.

Ninguém sabe realmente por que ou como a tradição evoluiu, mas se sabe que ela parece ter surgido na cidade de Osaka, no oeste do país.

"Uma das teorias sobre de onde veio o Dia do Sushi da Sorte é, bem, que os homens faziam as prostitutas de Osaka comerem grandes sushis e as observavam para darem risada", disse a analista de comida Minako Murakoshi à Reuters.

"Há alguma evidência disso, mas é claro que também há outras teorias".

Uma explicação mais provável é a de que eles tenham sido comercializados primeiro por barracas de comida em Osaka em meados dos anos 1800. Então, um século depois, um comerciante local de algas transformou isso em uma tradição regional, criando um concurso para comer sushis e prêmios para o maior bolinho de arroz, como uma maneira de incentivar as vendas.

Em anos mais recentes, a tradição foi adotada pelas redes de lojas de conveniência japonesas como uma fonte a mais de dinheiro, para preencher a lacuna entre o Natal e o Dia dos Namorados.   Continuação...