NFL e TV se desculpam por gesto obsceno no Super Bowl

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 18:41 BRST
 

6 Fev (Reuters) - A emissora de TV norte-americana NBC e a liga de futebol americano dos EUA (NFL) pediram desculpas nesta segunda-feira pelo gesto obsceno feito pela cantora pop britânica M.I.A durante o show do intervalo do Super Bowl comandando por Madonna, no domingo.

A audiência do Super Bowl de domingo, vencido pelo New York Giants por 21-17 sobre o New England Patriots, teve o recorde de 111,3 milhões de pessoas, superando os 111 milhões de telespectadores registrados no ano passado. Foi o sétimo ano seguido que o evento registrou um aumento de audiência.

A superestrela Madonna comandou a festa durante a final do campeonato nacional de futebol americano - vista por mais de 100 milhões de telespectadores apenas no próprio país -, mas recebeu críticas variadas. Além disso, a maior parte da atenção no dia seguinte recaiu sobre o ato de M.I.A, que logo atraiu comparações com o "problema de figurino" que deixou o seio de Janet Jackson a mostra em 2004.

M.I.A juntou-se a Madonna no palco, ao lado da estrela norte-americana do hip-hop Nicki Minaj, e estava vestida de "cheerleader" enquanto Madonna cantava "Give Me All Your Luvin'", de seu último álbum, quando levantou seu dedo médio de frente para uma câmera.

O porta-voz da NFL, Brian McCarthy, disse em comunicado que a NBC era a culpada por uma falha técnica que levou o incidente para milhares de lares.

"Houve uma falha no sistema de delay da NBC. O gesto na apresentação foi totalmente inapropriado, muito frustrante, e nós nos desculpamos com os nossos fãs", disse ele.

O porta-voz da área de esportes da NBC, Christopher McCloskey, passou a culpa para a NFL, afirmando: "A NFL contratou a artista e produziu o show do intervalo. Nosso sistema estava atrasado para ocultar o gesto inapropriado e pedimos desculpas aos nossos telespectadores."

Madonna foi a primeira mulher a se apresentar no intervalo do Super Bowl desde o show de Jackson em 2004, quando Justin Timberlake esbarrou na roupa dela e deixou o seio da cantora a mostra para milhões de pessoas que assistiam ao vivo pela TV.

Janet Jackson disse que o aconteceu foi um "problema de figurino", mas grupos de defesa das famílias protestaram veementemente.

(Reportagem de Christine Kearney e Chris Michaud)