Meryl Streep ganha flor, presente e beijo no Festival de Berlim

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012 17:59 BRST
 

Por Mike Collett-White

BERLIM, 14 Fev (Reuters) - Meryl Streep recebeu um buquê de flores, um presente e um beijo no Festival de Cinema de Berlim nesta terça-feira, quando muitos países do mundo comemoram o dia dos namorados no Valentine's Day. E nada disso foi dado pelo marido dela.

A atriz, de 62 anos, esteve em Berlim para receber um prêmio Urso de Ouro pelo conjunto de sua carreira.

Em uma concorrida entrevista coletiva após a exibição de gala especial de seu novo filme "A Dama de Ferro", Streep refletiu sobre o preço da fama e sobre como interpretar Margaret Thatcher mudou sua opinião pessoal a respeito da ex-primeira-ministra britânica.

Num certo momento, um jornalista subiu no palco, entregou um buquê de flores brancas à atriz e deu um beijo nela. "Que lindas", disse ela, acrescentando: "Meu marido não me mandou flores, então graças a Deus por Dieter!".

Outro repórter deu de presente uma boneca russa, com cada bonequinha pintada de forma diferente para representar os diversos papeis já interpretados por ela nos filmes, incluindo "A Dama de Ferro" e "O Diabo Veste Prada".

Dois dias atrás a atriz norte-americana ganhou o prêmio Bafta em Londres por "A Dama de Ferro", somando-se ao Globo de Ouro que recebeu pelo mesmo papel. Ela é a favorita para o Oscar, em 26 de fevereiro, que seria o terceira de sua carreira.

A atriz já levou a famosa estatueta como melhor atriz coadjuvante na saga familiar de 1979 "Kramer vs. Kramer" e como melhor atriz pela história do Holocausto de 1982 "A Escolha de Sofia".

Outra estrela de Hollywood, Angelina Jolie, ganhou um prêmio em Berlim, recebido na noite de segunda-feira. O troféu Cinema pela Paz vai para cineastas que promovem os valores humanitários.

A atriz exibiu seu drama de guerra bósnio "In the Land of Blood and Honey" no festival deste ano, e passou pelo tapete vermelho ao lado do parceiro Brad Pitt antes de receber o prêmio.

"Esse prêmio... não é apenas porque temos um filme que olha para o passado, mas um elenco e um projeto que olham para frente, para um futuro mais próspero na região, e é isso que nós todos realmente queremos", disse Angelina à Reuters.