Produtores do musical "Homem-Aranha" fazem pacto com ex-diretora

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 20:00 BRST
 

LOS ANGELES, 16 Fev (Reuters) - Os produtores do musical da Broadway "Homem-Aranha" e o sindicato que representa Julie Taymor, ex-diretora do espetáculo, anunciaram nesta quinta-feira que chegaram a um acordo sobre a disputa que envolvia a demissão dela.

Pelo acordo, Taymor receberá o cachê integral por seus serviços como diretora durante a duração da temporada e também pagamentos por seu trabalho como autora-colaboradora, dado como já encerrado.

A negociação opunha a produtora 8 Legged Productions e a Sociedade dos Diretores de Palco e Coreógrafos, que reúne diretores e outros profissionais da Broadway.

Taymor trabalhou no libreto original do musical, mas foi demitida da produção em março de 2011. Depois disso, ela processou os produtores alegando que seus direitos autorais estavam sendo desrespeitados.

Os produtores Michael Cohl e Jeremiah J. Harris reagiram com outro processo, aberto no mês passado, em que a acusavam de ameaçar a produção do espetáculo ao "desenvolver um musical sombrio, desconjuntado e alucinógeno".

O musical inspirado no personagem Homem-Aranha teve uma pré-produção tumultuada, com acidentes no elenco e sucessivos adiamentos da estreia. Desde então, porém, tem sempre casa lotada, e arrecadou o valor recorde de 2,9 milhões de dólares na semana entre o Natal e o Ano Novo, segundo o site The Broadway League.

A peça, uma produção de 70 milhões de dólares, sofreu diversas alterações após a saída de Taymor.

(Reportagem de Piya Sinha-Roy)