Ladrões assaltam museu grego no lugar de origem das Olimpíadas

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 09:30 BRST
 

Por Harry Papachristou

ATENAS, 17 Fev (Reuters) - Ladrões armados saquearam nesta sexta-feira um museu em Olímpia, a localidade da Grécia onde eram realizadas as Olimpíadas, e levaram artefatos de bronze e cerâmica, semanas após roubos na Galeria Nacional do país.

O ministro da Cultura, Pavlos Geroulanos, apresentou sua renúncia, mas sua saída não deve desestabilizar o governo, que está se apressando para fechar um acordo de resgate financeiro internacional para aliviar a crise da dívida grega.

A polícia disse que ladrões armados invadiram um dos dois museus de Olímpia, na região sul da Grécia, dominaram uma guarda e roubaram em torno de 70 objetos de bronze e cerâmica.

"O valor dos objetos roubados ainda não foi estimado", disse um oficial da polícia à Reuters.

Em janeiro, três obras de arte, incluindo uma de Pablo Picasso e outra do pintor holandês Piet Mondrian, foram roubadas da Galeria Nacional da Grécia, em Atenas.

Após o primeiro assalto à galeria, autoridades do Ministério da Cultura disseram que cortes no orçamento do museu prejudicaram o sistema de segurança.

A Grécia tem presenciado uma elevação nos crimes depois que a sua economia sobrecarregada de dívidas encolheu 16 por cento de tamanho desde o seu pico em 2008, levando a taxa de desemprego entre jovens para pouco abaixo de 50 por cento.

Um porta-voz do governo disse que o primeiro-ministro Lucas Papademos irá decidir se aceitará a renúncia de Geroulanos, uma vez que os fatos forem esclarecidos.

(Reportagem adicional de Renee Maltezou)